Ensino Superior

Por que é importante considerar a nota do MEC ao escolher sua graduação?

dezembro 3, 2018
Por que é importante considerar a nota do MEC ao escolher sua graduação?
Tempo de leitura 6 min

Antes de escolher uma faculdade, um item importante é checar como ela é avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). A nota do MEC serve como parâmetro para perceber a qualidade e legalidade da graduação do seu interesse e não deve ser deixada de lado na hora de tomar uma decisão.

Para quem não sabe, o MEC é um órgão federal voltado para a promoção e o desenvolvimento de políticas públicas de ensino no Brasil. Esse ministério tem um papel fundamental na construção de uma educação de qualidade e é por meio de suas entidades e programas que atua para melhorar os níveis educacionais no país.

Neste post, explicamos como é a atribuição de notas dos cursos pelo governo e por que é importante considerar essa avaliação ao escolher uma graduação. Confira a seguir!

Como funciona a atribuição de notas dos cursos?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) é responsável por avaliar a qualidade de instrução do país e também outras ações, como a administração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo.

As universidades, faculdades e outros centros educacionais devem se esforçar para manter um padrão de qualidade, pois podem ser fechadas ou ter cursos desativados caso obtenham notas muito baixas. Já resultados melhores podem ser um indicativo para o estudante da excelência da sua graduação.

Essa avaliação do ensino universitário no país é feita por meio do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que faz análise dos cursos, das instituições e dos estudantes. Para isso, há uma série de indicadores de desempenhos que são observados. Vamos compreender quais são?

Conceito Enade

O Conceito Enade serve para medir a qualidade de ensino nas graduações por meio da performance do aluno na prova. O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é aplicado anualmente aos ingressantes e concluintes dos cursos superiores. Ele é dividido em ciclos avaliativos trienais.

Somente cursos com pelo menos dois estudantes que estejam para finalizar obtém uma nota. A intenção do exame é analisar:

  • o conhecimento em relação às disciplinas administradas;
  • as habilidades e competências esperadas segundo as diretrizes curriculares do curso.

Conceito Preliminar de Curso (CPC)

Esse indicador preliminar mede a qualidade dos cursos de ensino superior a distância e presenciais. O CPC é definido a partir de quesitos como:

Os cursos são avaliados por conceitos de 1 a 5. Caso a instituição receba notas baixas, passa a receber visitas de avaliadores do Inep periodicamente para que as condições de ensino sejam analisadas.

Conceito de Curso (CC)

Avaliação complementar ao CPC, o Conceito de Curso é a nota final dada após a análise presencial de especialistas. Essa equipe é responsável por alterar ou validar o indicador preliminar.

Os cursos que receberam conceitos 1 e 2 são automaticamente incluídos no cronograma para verificação. Já aqueles que tiveram conceito igual ou maior a 3 podem optar por receber ou não a vistoria.

Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC)

Conhecido como a “nota do MEC”, o IGC é o indicador mais completo e sintetiza a qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação das instituições de ensino superior do país.

As análises são divulgadas a cada três anos e, para receber um conceito, a faculdade deve ter pelo menos um curso avaliado no CPC durante o período. O índice é medido de 1 a 5 e é calculado a partir de fatores como:

  • distribuição dos estudantes em graduação e pós-graduação (stricto sensu);
  • média dos três últimos Conceitos Preliminares de Curso (CPC), em relação às graduações;
  • média dos resultados atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Universidades e faculdades que receberem conceitos inferiores a 3 podem ter solicitações de abertura de novos cursos negadas pelo MEC. Enquanto isso, instituições com bom desempenho não precisam dessa autorização.

Conceito Institucional (CI)

A cada ciclo avaliativo, as universidades e faculdades também são avaliadas de maneira presencial. A equipe de avaliação verifica as condições do local e pode modificar ou validar o IGC. Além do exame externo determinado por uma comissão do Inep, cada instituição de ensino superior deve fazer também uma análise interna por meio de uma comissão própria.

Como saber qual a nota do MEC da minha faculdade?

Para descobrir a nota do MEC da graduação do seu interesse, você deve acessar o e-MEC. No site, é possível fazer a busca pelo curso ou pela instituição. Quanto mais próximo da nota 5, melhor a faculdade é considerada. Notas abaixo de 3 são consideradas insuficientes e os centros de ensino com essa avaliação podem sofrer sanções.

Por que considerar essa avaliação na hora de escolher uma instituição de ensino?

Buscar um aperfeiçoamento contínuo é importante para qualquer profissional. Contudo, quando for escolher uma graduação, lembre-se de avaliar a qualidade da instituição em que deseja estudar. Para isso, visite o estabelecimento e observe a nota do MEC.

Essa avaliação serve como referência para compreender os atributos do curso e o ideal é procurar locais com notas mais altas. Entre as punições do MEC para Instituições com resultados abaixo de 3 estão a suspensão de vestibulares e de abertura de novas vagas. Outras desvantagens podem ser:

  • correm o risco de ter cursos ou unidades fechadas;
  • qualidade acadêmica precária;
  • risco de falência e dificuldades financeiras;
  • falta de soluções viáveis para problemas;
  • precarização da oferta de educação;
  • podem perder o reconhecimento do MEC.

Já notas boas e excelentes servem como um indicador de que a universidade ou faculdade tem qualidade de ensino. Matricular-se nessas instituições traz vantagens como a segurança em relação à sua formação, a excelência no ensino e referência pelos empregadores no mercado de trabalho.

Além disso, os estudantes têm a certeza de que seu diploma vai ser reconhecido em concursos e em todo o território nacional e, após a formatura, têm garantia de direito à carteira do conselho da sua profissão.

Como vimos, a nota do MEC ajuda o estudante a perceber se a instituição desejada está de acordo com os padrões mínimos exigidos pelo órgão. Auxilia também na comparação do desempenho dela com outros estabelecimentos de ensino superior. Assim, é possível escolher a sua graduação com mais segurança e confiança.

Agora que já sabe a importância de considerar a nota do MEC na hora de escolher sua graduação, divida esse conhecimento com seus amigos. Assine nossa newsletter e receba conteúdo em primeira mão.

 

Receba conteúdo em primeira mão!


Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário